Marketing Digital

Marketing de influência: dê os primeiros passos

3 Mins read

Nos últimos anos a esfera digital tem mostrado todo seu potencial em relação à publicidade, divulgação e expansão de uma marca. Nesse processo, o marketing de influência pode ser fundamental e até mesmo indispensável.

De fato, há vários modos de crescer na internet, inclusive pagando altos valores para impulsionar sua marca por meio de anúncios. Contudo, se você conseguir crescer com base na indicação de quem já é autoridade na sua área, acaba sendo melhor.

Basta imaginar o caso de uma loja ou fábrica que vende medalha comemorativa personalizada e que, de repente, começa a ser indicada pela principal marca de plástico ou de metal que confecciona essas mesmas medalhas.

Por se tratar de uma marca que tem grande importância no seu segmento, isso trará efeitos incríveis. Contudo, tem muita gente que ainda não entende o marketing de influência, então abaixo vamos explicar isso e quais as 3 melhores dicas para você aplicar.

O que é marketing de influência e por que usar?

Uma das maiores revoluções da internet foram os blogs, há cerca de 20 anos atrás. De lá para cá, o que antes eram os blogueiros se tornaram, mais especificamente, os influencers digitais, que são nativos tanto de blogs quanto de redes sociais.

Essas pessoas são verdadeiras celebridades no universo digital, que desempenham mais ou menos o papel do que antes eram apenas atores, cantores e jogadores de futebol. Daí o poder de influência delas, o que as permite fazer marketing em torno disso.

Como vimos, se um entregador se destaca em sua área, ele já pode atender uma empresa de motoboy tele entrega, o que vai trazer mais visitantes, seguidores, leads e clientes em potencial para aquele negócio.

Há diversos níveis de influencers, o que também impacta no valor do investimento. Basicamente, são os seguintes, com base na quantidade de seguidores dele:

  • Micro influencer: menos de 10 mil;
  • Mini influencer: mais de 10 mil;
  • Influencer médio: mais de 50 mil;
  • Macro influencer: mais de 100 mil;
  • Mega influencer: mais de 1 milhão.

O grande motivo pelo qual uma marca que quer dominar a internet no seu nicho precisa utilizar essa estratégia é a assertividade dela perante o público digital.

Lembrando que as novas gerações já nasceram com o celular e o tablet nas mãos. Ou seja, trata-se de um público cuja linguagem realmente é dominada por esses influencers, muito mais do que por técnicas antigas do mundo offline.

  1. Sinergia no segmento

Acima vimos que uma classificação possível para os influencers é a do número de seguidores, que é o que costuma precificar a parceria que será feita com ele.

No entanto, não pense que esse é o único critério. Pelo contrário, se a empresa trabalha com piso laminado escuro, pode ser mais vantajoso contratar um micro influencer da área, do que um mega influencer de outro segmento.

Lembrando que você precisa fugir das famosas métricas de vaidade, que dizem respeito apenas a curtidas e afins. O que sua marca precisa é de assertividade, sinergia em termos de segmento e, claro, resultados práticos, como aumento nas vendas.

  1. Prepare a casa antes

Um ponto fundamental é que a marca contratante precisa entender que o influenciador digital não faz milagres. Ou seja, não adianta contratá-lo se você não estiver pronto.

Isso significa já ter um controle de qualidade rodando na sua empresa, que mantenha o nível alto em termos de processos, pessoas e produtos. Sua solução precisa ter uma eficiência comprovada. 

Depois, sua presença na internet também, de modo que você já tenha identidade verbal e visual, além de agenda editorial no seu blog e nas redes sociais. Aí sim o influencer vai promover algo maduro.

  1. Pense em médio e longo prazo

Por fim, se tem algo realmente inimigo do crescimento na internet é o curto prazo, um ponto típico a ser focado por quem só pensa nas vendas da semana.

Na verdade, uma loja que vende escada com detalhe em granito precisa desenhar não apenas ações de marketing, mas sim campanhas, pensando em termos de um semestre ou mesmo um ano para a frente.

Ou seja, o influenciador digital é apenas outro elemento de uma campanha maior, assim você não fica dependente dele, nem deixa de desfrutar ao máximo o que o marketing de influência pode trazer.

Considerações finais

Acima deixamos claro o que é marketing de influência e por quais motivos você precisa investir tempo e dinheiro nele.

Além disso, ficaram claros os 3 melhores conselhos práticos de como aplicar essa estratégia com foco no curto, médio e longo prazo.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Postagens relacionadas
Marketing Digital

Como o design pode te ajudar a atrair vendas

3 Mins read
Todo mundo já deve ter ouvido a máxima de que “uma imagem diz mais do que mil palavras”. Contudo, nem todos sabem…
Marketing Digital

Treinamento online: saiba os benefícios

3 Mins read
Com a introdução da tecnologia cada vez maior dentro da sociedade, algumas práticas que anteriormente eram feitas apenas de modo presencial, passaram…
Marketing Digital

Você sabe o que é SMarketing?

6 Mins read
SMarketing é uma estratégia conhecida por alinhar e unir os times de marketing e vendas, assim obtendo resultados escaláveis e melhores, utilizando…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *