Tecnologia

Qual aplicativo substitui o Whatsapp?

2 Mins read


Quer saber qual aplicativo substitui o WhatsApp? Atualmente, dada a popularidade desse tipo de mensageiro, existem muitos aplicativos que oferecem funções similares a ele. Dessa forma, esses apps se constituem como ferramentas importantes para o dia a dia. Nesse texto, você vai conferir as principais características, vantagens e aplicações dos principais concorrentes do Whats.

Saiba se vale a pena contar com esses mecanismos alternativos de troca de mensagens. Veja também como fazer para baixá-los e instalar no seu dispositivo móvel Android ou iOS. Bora ver qual o aplicativo que substitui o WhatsApp? Confira as nossas dicas logo a seguir!

Qual aplicativo substitui o WhatsApp? 

É importante mencionar que a informação sobre qual aplicativo que substitui o WhatsApp pode ser subjetiva em um primeiro momento. Afinal de contas, os sistemas que competem com o app, apesar de guardarem as mesmas funcionalidades básicas, oferecem funções diferentes que podem ser mais ou menos úteis de acordo com a sua necessidade. 

Dessa forma, é essencial saber quais são as principais características de cada um deles. Assim você poderá instalar aquele que mais será útil em suas conversas pessoais e profissionais. 

Por isso veja abaixo quais são os aplicativos que podem ser uma alternativa ao WhatsApp. Eles valem para o caso de você não poder ou não querer mais fazer uso desse sistema. 

  1. Telegram

Sem dúvida, o Telegram é o aplicativo de troca de mensagens mais conhecido depois do WhatsApp. Em linhas gerais, ele possui as mesmas funções básicas. Entre elas estão a de adicionar contatos, fazer grupos e trocar mensagens de texto, vídeo e áudio. 

Entretanto, um de seus principais diferenciais reside na possibilidade de criar grupos com um limite exponencialmente maior que o concorrente. Ao contrário do WhatsApp, que permite a criação de grupos com apenas 256 pessoas, no Telegram você pode criar grupos gigantescos com até 200 mil integrantes. 

Além disso, o sistema não possui qualquer restrição para o tamanho dos arquivos enviados. Além disso, oferece opções de personalização variadas para os seus usuários. 

  1. Signal 

Com o objetivo de trazer uma experiência sem qualquer anúncio publicitário ou fins lucrativos, o Signal é um aplicativo gratuito que pode ser baixado nas principais lojas virtuais dos principais dispositivos móveis, possibilitando trocar mensagens e realizar chamadas entre os seus usuários. 

Outro diferencial que o coloca como uma alternativa viável em relação ao WhatsApp é a segurança. O sistema garante que o conteúdo das conversas não será visualizado. Isso ocorre devido às restrições de segurança do chamado método de criptografia de ponta-a-ponta. 

Assim, as mensagens não passam por outro servidor antes de chegar ao destinatário. Trata-se de algo essencial em tempos nos quais o hackeamento de dados é uma realidade. 

  1. Viber 

O Viber existe desde 2010 com o propósito de oferecer a possibilidade de realizar ligações e gravações de mensagens de voz e de vídeo para seus contatos. Um diferencial é que as chamadas podem ser efetuadas por meio do computador de mesa, algo impossível no WhatsApp Web. 

Outra função que o app possui e que não existe no WhatsApp é a opção de jogar games. Estes estão disponíveis no catálogo da plataforma. 

  1. Mods de WhatsApp

Com a crescente popularização do mensageiro, surgiram ao longo dos anos diversos desenvolvedores que criaram funcionalidades extras ao app de conversas. Dentre elas, podemos citar o WhatsApp GB, WhatsApp Plus e o FMWhatsApp.

Apesar da aparente novidade, é preciso tomar cuidado,  pois não são aplicativos criptografados e nem endossados pelo WhatsApp oficial.

Postagens relacionadas
CotidianoTecnologia

Retailtech: o varejo aliado à tecnologia

2 Mins read
Entenda o que é o setor e por que a tecnologia é um dos pilares da evolução do varejo para os próximos anos.
NegóciosStartupTecnologia

5 Estratégias de marketing para fazer crescer o seu negócio de coworking!

4 Mins read
Algumas das maiores questões na mente de todo proprietário de escritório de coworking são: como divulgar, inscrever novos membros e como aumentar sua comunidade e seus negócios. Mais importante, para escritórios de coworking sem um orçamento de marketing, é como fazê-lo por pouco ou nenhum dinheiro – um desafio que quase todas as startups enfrentam.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *