Saúde / Beleza

Queda de cabelos: a saúde bucal pode influenciar?

3 Mins read

É de conhecimento pouco difundido o fato de que o corpo, como em um sistema integrado, tem efeito cascata em causas e consequências de certas doenças e sintomas, A saúde bucal, como parte integrante do sistema corporal, exerce e sofre influência, como no caso da queda de cabelos.

Dessa mesma forma, alguns tecidos anexos – mais frágeis e externos –, tais como unhas, cabelos e pêlos, podem denotar problemas internos e graves, como a falta de vitaminas e de ferro.

Conectados pelos mesmos vasos e irrigados pelo mesmo líquido sanguíneo, o efeito dominó de problemas nos dentes e boca pode vir a se manifestar por meio da queda capilar.

Apesar de não ser um problema usualmente adereçado a uma clínica de odontologia, a queda excessiva deve ser examinada a fundo para chegar ao seu potencial causador, que pode estar na boca.

Para o presidente da Sociedade Brasileira do Cabelo, Valcinir Bedin, “cabelo caindo é sinal de que algo não vai bem”.

Segundo o site Terra, os maiores motivos da queda capilar são hormonais e metabólicos. 

Alterações e distúrbios em qualquer um dos órgãos podem impactar a saúde capilar – tais quais doenças autoimunes, como lúpus e alopecia – e até mesmo fatores emocionais, como estresse e depressão.

A visita ao consultório não pode somente ser por motivos estéticos – como, por exemplo, para o alinhamento dos dentes com um aparelho ortodôntico transparente–, mas também para realizar check-ups e encontrar fontes problemáticas.

Cabe ao paciente não negligenciar o papel dos dentes na manutenção de um corpo saudável!

Problemas bucais e a queda capilar: como se conectam? 

Quando se há problemas, como o de inflamação de um dente ou gengiva na região da boca, todo o intercurso dos vasos sanguíneos sofrem mudança devido à instabilidade do sistema, que tenta combater o foco da infecção.

Os vasos que regam a face e fornecem nutrientes desde as células mais internas às mais superficiais também enfrentam um caso de estresse, tendo que encaminhar mais recursos para neutralizar a inflamação.

Nessa fase, sofrem os anexos mais externos, como os cabelos e pêlos faciais que, tendo menor prioridade, acabam por se enfraquecer e cair com mais frequência. 

A exemplo, através da queda de cabelos anormal, uma eventual inflamação de um dente prestes a cair pode disparar alertas. Nesse caso, a queda pode ser um primeiro sinal que leve o paciente a um dentista de emergência, de forma a recuperar sua integridade.

A perda de cabelos como alerta vermelho

Assim como no exemplo prévio, o caso de um paciente com um dente que precisa urgentemente de um canal ortodôntico pode disparar inflamações que ocasionem a queda repentina de cabelos.

Deve-se sempre ter essas quedas como sintomáticas de problemas maiores, que podem estar em qualquer parte do corpo; estando na boca, como no exemplo, deve-se ter atenção aos sintomas enviados, como dor, sensibilidade e mau hálito, e, no caso, encaminhar-se para um dentista especializado em canal.

As doenças bucais mais comuns, como gengivite, cárie, periodontite e tártaro, podem culminar em quedas de cabelo por eventuais infecções.

Tratando a queda dos cabelos diretamente em sua fonte

Tendo dito isso, a queda deve ser tomada como sinal vermelho: para tratá-la, deve-se tratar a raiz do problema. Por vezes, por mais impressionante que seja, a queda de cabelos pode te levar a um dentista de canal! Mas como saber o motivo da queda?

A especialista em tricologia Valine Alencar esclarece que o tricologista funcional realiza uma série de exames específicos e minuciosos que levam em conta o histórico pessoal e familiar do paciente; assim, descobre-se a fonte do problema, incluindo quando está no campo da ortodontia.

Ela afirma que “qualquer desordem nos dentes pode vir a repercutir na saúde do couro cabeludo e fios” e, portanto, vale o cuidado especial com a boca e a ida periódica ao dentista.

No tratamento, também valem as seguintes recomendações de especialistas:

  • Boa alimentação, regular, consistente e natural;
  • Zelo pelo equilíbrio emocional e saúde mental;
  • Manter altos níveis de ferro e vitaminas B;
  • Realizar check-ups periodicamente.

Por isso, a resposta é sim: a saúde bucal pode influenciar e muito na saúde capilar e ter efeitos negativos.

O cuidado e preocupação com os cabelos deve, também, se estender aos dentes, uma vez que eles interdependem e se conectam. No corpo, esses mecanismos funcionam como bandeiras vermelhas, que alertam para cuidados especiais.

Sendo assim, nunca se pode negligenciar a tamanha importância de dentes e boca sadios para um corpo saudável e esteticamente agradável.

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Status Fit Center, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.

Postagens relacionadas
Saúde / Beleza

Técnicas para aliviar a dor nas costas: Yoga, chás e mais!

2 Mins read
Pada Hastasana (postura inclinada para a frente) é uma ótima causa de ioga para dor nas costas, especialmente porque permite que o…
CotidianoSaúde / Beleza

Colar de dentição âmbar: uso, segurança e alternativas

3 Mins read
Se você passou algum tempo com bebês ou crianças pequenas recentemente, pode ter visto um punhado deles usando colar de ambar. Esses…
Saúde / Beleza

Entenda como o aparelho dental pode causar aftas

3 Mins read
As aftas são lesões características, de algumas regiões específicas da cavidade oral, dolorosa e não contém secreção, tem o fundo branco ou…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *